“Carpe diem. Aproveitem o dia, meninos. Façam de suas vidas uma coisa extraordinária”. Depois de ver novamente o filme “Sociedade dos Poetas Mortos”, essa frase ficou bem gravada em minha mente, provavelmente por que tenho passado dias bem tranquilos, não pela falta de trabalho ou estudo, pois o ritmo de ambos anda bem elevado, mas creio que tenho levado as coisas de um modo um pouco menos radical, dando atenção apenas suficiente para que se resolvam e não dando importancia demais aos problemas, a ponto de que eles tomem conta do meu dia, tornando-o possivelmente estressante.

Pois bem, noites em claro apenas para as baladas, papos e programas interessantes, nada de perder noites pensando no que poderia ter feito ou dito, além do que, meu juízo parece que se perdeu em algum lugar pelo caminho, ou melhor, acho que se esconde de mim e tenta me dar sustos e pregar peças quando me distraio demais, chega a ser até engraçado, ando falando coisas demais e volta e meia solto algumas bombas em quem merece ouví-las. 😛

Tenho tratado de aproveitar as coisas que temos à disposição e que não vinha dando muita importância, como a praia, já que agora vivo numa cidade litoranea e só havia me atinado para isso com a devida profundidade há poucas semanas, então, quando o tempo me permite, junto com meu irmão, apareço pela orla e fico lá, tomando um sol, uma cerva (quando o dindin também permite) e jogando conversa fora.

É isso… procurando me dar bem com as coisas pequenas até conseguir alcançar as coisas grandes que a vida um dia, vai me proporcionar.

 

Um pequeno pormenor, infelizmente estou sem net em casa e em meu trabalho as vezes não consigo acessar os blogs de alguns amigos queridos, pois o navegador os bloqueia dependendo do seu humor, liberando apenas alguns. Portanto, não os tenho visitado por isso, o que me deixa entristecido, já que os textos de todos vocês ajudam bastante no dia-a-dia. Abraços a todos!

Anúncios