Sem caminho, sem lugar…

Sombras, pó e poeira, nada para ver e sentimentos em total desalinho… Procurando o que não se encontra e torcendo para encontrar algo que nunca pensou em procurar.

Solidão, stress e desânimo!

Espero que quando vier a calmaria, as ondas e o vento da tempestade não tenham arrancado os locais onde os pássaros se aninham e cantam para mostrar a esperança dos novos dias!

Melancolia, paz e aconchego!

Novos tempos virão, mostrando que o passado e o presente podem ser tão obscuros quanto um futuro inesperado.

Frio, calafrio, recomeço…

O nascer do sol do próximo dia trará, com certeza, novas possibilidades. Será?

Anúncios