É uma coisa extremamente louca quando descobrimos nossos reais talentos, nossos dons encarnados ou (para quem acredite) nosso confuso destino… Eu mesmo me confundo no momento em que penso no motivo que moveu Deus, em sua sabedoria suprema, ao lançar-me nesse terreno de loucos que se chama Terra, mais particularmente no Brasil, onde ao mesmo tempo que o mau se torna bom, o velho se torna novo e o triste em poucos segundos vira festa!

Há quem tenha o magnifico dom de escrever, enquanto outros contentam-se com o dom de ler, nao que seja ruim, é apenas um exemplo! Pretendo um dia chegar no patamar ao qual eu aprenda a controlar o dom que por ventura eu tenha e, se possível for, usá-lo de sábia maneira. Quem pode dizer com certeza que o que o aflige no dia de hoje não poderá se tornar motivo de riso numa conversa alongada no barzinho da esquina? Eu só gostaria é que todos os problemas se resolvessem assim, seria divertido mesmo com a futura dor de cabeça! rs.

Pois é, minha aflição nao se detêm no hoje, muito menos vem do passado, pois o que é passado somente nos alcança quando paramos e o olhamos de tal maneira que nossa força vai ao seu encontro, para que o mesmo permita-se achegar e nos assombrar novamente… Meu medo vem do futuro, um futuro desconhecido que geralmente chega de surpresa, mostrando que o que é sonhado e não alcançado pode trazer mais dor do que quando não há sonhos a serem procurados.

Mesmo assim devo agradecer, a seja lá quem for, pelo destino que me aguarda, pois mesmo temido, o futuro, percebo e recebo de diversos lados, novas forças capazes de me manter no rumo até a meta principal, que seria o descobrimento do real motivo, a que aqui estou!

Anúncios